Monthly Archives: Fevereiro 2012

Relato de uma visita à Dona Berta

Na semana passada fui com o pequeno Lucas e o Diogo visitar a Avó Berta. Fomos recebidos com sorrisos serenos e palavras lúcidas. Estivemos lá um bom bocado, ela deliciada com o bisneto Lucas de 4 meses, quase não tinha olhos para nós. Falou um pouco mais do que nas últimas vezes que lá estive e teve alguns momentos em que, se nos abstraíssemos dos outros velhotes e daquela sala cheia de sofás, era a nossa avó sentada à sua mesa na pensão central… lembrava-se das conversas que tivemos tantas vezes sobre filhos e falou da grande bênção que é a maternidade. Brincou com o Diogo, como sempre fazia, e pediu para a levarmos a passear de carro. Às vezes a sua mente viajava para Bissau e falava como se estivesse na pensão, outras vezes lembrava-se de onde estava e chegou a dizer que voltaria para a Guiné um dia. Estava serena e sem angustias, não diria feliz ou alegre como nos acostumámos a vê-la desde sempre, mas estava calma e acima de tudo bem tratada, bonita e saudável.

Sei que todos nós que amamos a Avó a maior parte das vezes que vamos visitá-la ao lar saímos de lá de lágrimas nos olhos e o coração nas mãos. Claro que gostávamos que durasse para sempre aquele sorriso e os almoços na Pensão… mas a vida é assim mesmo, temos que envelhecer e essa velhice prega-nos partidas e confunde-nos as memórias. Mas por mais confuso que alguém possa ficar há algo de essencial que permanece sempre, a Avó Berta de sempre está lá, no fundo dos olhos dela, no esboçar de um sorriso… e receber visitas é uma forma de trazer essa essencialidade aos seus dias. Por isso amigos, vamos visitá-la!!! Ás vezes sairemos de lá a chorar outras a rir aliviados, faz parte… O lar não é perto, mas de carro chega-se lá num instante… e podemos sempre usar aqui o site para organizar boleias…

Vanda Medeiros

Anúncios

14 comentários

Filed under Sem categoria